domingo, 27 de maio de 2018

Tomara!

Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso.
Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes.
Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Que, mesmo quando estivermos doendo, 
não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria.

Tomara que apesar dos apesares todos, 
a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.
As coisas vão dar certo.
Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.
Te quero ver feliz, te quero ver sem melancolia nenhuma.
Certo, muitas ilusões dançaram.
Mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, 
eu faço força para manter algumas esperanças acesas, 
como velas.

(Ana Jácomo)


sábado, 26 de maio de 2018

ARQUITETANDO COM THELMA: CADEIRA DE BALANÇO!

Aníbal Nunes quer saber se pode usar cadeira de balanço na decoração da sala de estar. Claro que pode e deve, pois ela é confortável e cheia de bossa. Inspire-se com as fotos abaixo e se balance muito meu amigo!














sexta-feira, 25 de maio de 2018

Montreal quer adotar leis de trânsito diferentes para ciclistas

A medida parte do princípio que não faz sentido algum continuar aplicando as mesmas condições para dois tipos de veículos tão diferentes.

A prefeita Valérie Plante promete melhorias no ciclismo da cidade. E suas ideias estão de total acordo com a Conselheira Marianne Giguère, responsável pelo desenvolvimento sustentável e transporte. Para Marianne, de acordo com as atuais leis, a mensagem aos que pedalam é que eles precisam ser tão cautelosos com a bike quanto os que dirigem o carro “mesmo que você [ciclista] seja muito menos perigoso”.

Dentro das propostas, os ciclistas teriam permissão para seguir os sinais de trânsito destinados aos pedestres. Ou seja, podiam virar em uma rua mesmo que o sinal esteja fechado.

Lei divide opiniões
Como é de se imaginar em um projeto do tipo: não há consenso. Os críticos afirmam que a ideia “recompensa” o comportamento dos ciclistas que violam as regras e que deve haver uma lei para todos. Alguns creem que Montreal não está preparada para tal mudança. Por outro lado, há muitos defensores.

“Queremos equidade no código de segurança, não igualdade”, diz Suzanne Lareau, diretora-chefe da Vélo Quebec (organização sem fins lucrativos que incentiva o uso da bike como meio de lazer e de transporte). “Uma bicicleta [não tem] tanto peso como um carro, você não vai tão rápido como um carro, você tem melhor visão periférica. Não é o mesmo e temos que levar isso em conta quando administramos a lei”, afirma.

Pedalando longe
Montreal inaugurou a primeira faixa exclusiva para bicicleta ainda nos anos 80. Segundo o Treehugger, o município, desde então, trata as bikes como um meio de transporte separado e se alinha com o que aconteceu em Copenhague e Amsterdã.




quinta-feira, 24 de maio de 2018

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Piso intertravado

Tenho maior vontade de colocar esse piso no entorno da minha casa. Piso especial para áreas verdes que necessitam de proteção para receber o tráfego intenso de pedestres e de veículos.
Com a adequada preparação da base e sub-base do solo, permite áreas permeáveis. É produzido com ferro armado para aumentar sua resistência ao tráfego de veículos.
















terça-feira, 22 de maio de 2018

Hipódromo Longchamp - Paris.

Paris Longchamp é reconhecida mundialmente como uma pista altamente desafiadora. Após dois anos de obras, o Hipódromo Longchamp se tornou ParisLongchamp. A nova pista oferece aos visitantes uma nova experiência de corrida. Como o "Prix de l'Arc de Triumphe" é o evento mais esperado, o principal desafio deste projeto é ser capaz de sediar este evento, que atrai até 60.000 espectadores, em condições excepcionais, enquanto também recebe um público muito menor em dias normais de corrida.





















segunda-feira, 21 de maio de 2018

domingo, 20 de maio de 2018

Amar!

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

(Florbela Espanca)